O açaí tem elevado teor de antocianinas, pigmentos naturais (da mesma família dos flavonóides) responsáveis por sua coloração intensa característica, e de vitamina E que têm ação antioxidante e combatem os radicais livres produzidos após a atividade física, protegendo o organismo do corredor e diminuindo as chances de ter dores musculares, fadiga ou até uma lesão. Para se ter idéia do potencial dessas substâncias, um estudo publicado em 2006 no Journal of Agricultural and Food Chemistry descreveu que os antioxidantes contidos no fruto foram capazes de estimular a destruição de células cancerosas em até 86%.

Outro ponto positivo da fruta originária da Amazônia é ser uma fonte de ácidos graxos do tipo mono e poliinsaturados considerados benéficos ao organismo, e que se consumidos com moderação ajudam a impedir o depósito de gorduras nas artérias.

Quando ingerir?
Não é aconselhável sua ingestão antes dos treinos por ser rico em fibras solúveis e insolúveis, que demandam uma digestão mais demorada e pode prejudicar o desempenho do corredor.

O ideal seria que o açaí fosse ingerido no máximo uma vez por semana, no dia do treino mais longo, em que o atleta precisará de uma maior reposição de energia. Logo após o treino a estratégia alimentar deve incluir um carboidrato de rápida absorção, ex.: 1 fatia de pão de forma, e uma proteína, ex.: 1 fatia de queijo branco. E somente uma hora e meia após o treino seria interessante a ingestão do açaí para repor as gorduras essenciais e para a atuação de seu potencial antioxidante. Durante o exercício físico, a utilização de gorduras como fonte de energia aumenta com o decorrer do tempo, desde que a intensidade do exercício seja baixa e a duração, prolongada. Assim sendo, a “queima” de gorduras será maior no final da atividade física, e sua reposição será necessária somente após um intervalo em repouso.

Como 100g da fruta fornecem em média 490 kcal, é necessário evitar acompanhamentos como: leite condensado, mel, paçoca, granola e banana. Para que seu aporte energético não atrapalhe a meta de emagrecimento do corredor, é mais indicado ingerir o açaí com frutas pouco calóricas como kiwi ou morango ou na forma de suco junto com água de coco. A porção de açaí também deve ser reduzida de uma tigela para 1 xícara, e o corredor deve ter em mente que deve realizar uma refeição de almoço ou janta mais leve e menos rica em carboidratos no dia que escolher consumir essa fruta.