No estudo, publicado no periódico European Journal of Obstetrics and Ginecology and Reproductive Biology, ratas, com endometriose induzida, recebiam oralmente 32mg/ dia de Uncaria tomentosa, fitoterápico conhecido popularmente como unha-de-gato, e os resultados mostraram uma redução em até 60% das lesões causadas pela endometriose.

Há um grande número de pacientes que fazem uso desse fitoterápico sem orientação médica que relatam melhora nos sintomas da doença. Segundo os pesquisadores a unha-de-gato diminui o processo inflamatório e por isso alivia os sintomas.
Mesmo assim, são necessários mais estudos principalmente sobre a toxicidade do fitoterápico para que seu uso seja incentivado.