A pesquisa foi feita com 18.884 pessoas, entre 12 e 64 anos, no período entre agosto de 2009 e julho de 2010. Além do dado de 40% das mulheres relatarem fazer dieta constantemente, foram encontrados outros resultados interessantes: 80% das mulheres se dizem preocupada com a forma física, e 65% disseram que em algumas ocasiões se dão o prazer de ingerir comidas consideradas ruins para a saúde.

É importante ressaltar que é possível conciliar prazer com uma alimentação equilibrada, sem excluir esses alimentos considerados “ruins” para a saúde. Não existem alimentos saudáveis e não-saudáveis, o que existe é um conjunto de escolhas alimentares que formam uma alimentação saudável. Uma dieta não sobrevive a sacrifícios por muito tempo. Para que um plano alimentar tenha sucesso é necessário conciliar as preferências individuais com suas necessidades nutricionais. Se você tem alguma restrição alimentar, concentre-se naquilo que pode comer e pare de se lamentar por aquilo que deve evitar. Comece a gostar de cuidar de você, aprenda a fazer uma receita rápida e saborosa, descubra opções saudáveis nos restaurantes de que mais gosta, experimente novidades, trace metas, desenvolva uma ferramenta para variar o cardápio e divirta-se com os resultados!